Soldagem Por Projeção

O eletrodo para soldadura é um dos material de soldadura mais comuns. A soldagem é feita com um argola ativo idealizado com o contato do eletrodo e a canhão a ser soldada e que funde os 2 ao mesmo tempo. O eletrodo é roçado por meio do hora em que é idealizado o cordão de soldadura.

O processamento é coberto do ar atmosférico pelos gases de fogo do blindagem, o N2 e O2, e pela escória. Este processamento é veloz, bastante empregado no mercado e pode ser realizado em aços inoxidáveis, aços carbonos, ferros fundidos, cobre, alumínio, dinheiro e aços de baixa, média e alta coalizão. Se quiser adotar um eletrodo, confira algumas dicas para você não perder.


Blindagem oxidante


O eletrodo para soldadura com este tipo de blindagem é integrado de barita de ferro e manganês, e a escória criada é opíparo, oxidante e possível de enfatizar. Ele pode ser utilizado nas correntes alternadas ou contínuas e atinge uma fundura baixa, porém não é apropriado para profundidades de alto perigo, e dessa forma vem sendo cada vez pouco empregado.


Blindagem ácido


Integrado de barita de ferro, silício e manganês, este eletrodo imagina uma escória porosa, opíparo, ácida e de possível retirada. Ele pode ser utilizado nos 2 tipos de corrente, possui fundura média e alta tarifa de liga, o que pleito uma poça volumosa de liga, sendo recomendado para aplicações na opinião de filete horizontal ou plana.


Blindagem rutílico


Ele possui grandes quantidades de rutilo e a escória criada é opíparo, densa e fácil destacável. Ele é de possível manuseamento e pode ser empregado em qualquer opinião, a não ser se tiver um grande gênero de pó de ferro. É veloz, de utilização maior parte e atinge uma fundura média ou baixa.

Equipamento responsável por realizar solda e projeção


Blindagem básico


Possui grande porção de fluorita e carbonatos de cálcio, que geram uma escória com qualidades básicas. Ao ser adicionada ao dióxido de carbono originado pela putrefacção do carbonato, ela protege a soldadura do contato com a atmosfera, reduzindo os riscas de frincha e de concreção. Possui fundura média e é recomendado para aplicações de alta responsabilidade e soldagens de grandes espessuras e de alto nível de refreamento.


Blindagem celulósico


Possui grande porção de material vegetal, como a celulose. Ao ser decomposta pelo argola, ela gera gases protetores do metal líquido. A porção de escória é jovem e o argola é bastante ativo, o que pleito respingos e alta astúcia. É sugerido para soldagens fora da opinião plana, tendo grande aplicação na soldagem circunferencial.

FONTE:
https://oliveirasevela.com.br/